segunda-feira, 10 de setembro de 2007

STJD absolve Rhodolfo

Em julgamento realizado agora há pouco no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o zagueiro Rhodolfo foi absolvido. Ele havia sido denunciado por jogada violenta quando da expulsão na partida contra o Internacional, em Porto Alegre. O coordenador geral de futebol, Luiz Fernando Cordeiro, denunciado por ofender o árbitro, também foi absolvido. Veja a notícia publicada no site do STJD:
Furacão aliviado
Por Aline Pereira – 10/09/07 19:49


Menos uma preocupação para o time do Atlético-PR. Em julgamento realizado pela Primeira Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), na noite desta segunda-feira, o zagueiro Rhodolfo e o coordenador geral de futebol, Luiz Fernando Cordeiro, foram absolvidos.
Após deixar o STJD, Rhodolfo não escondeu o seu alívio pelo resultado. “Não consigo nem explicar o que estou sentido nesse momento. Estou muito aliviado por ter sido absolvido e tenho a certeza de que a defesa do Dr Moro foi fundamental. Agora é levantar a cabeça e seguir em frente para ajudar o Atlético-PR a sair da zona de rebaixamento. Temos o Vasco pela frente, que não será moleza”, revelou o jogador.

O zagueiro foi denunciado por infração ao art 254 (praticar jogada violenta) e o dirigente respondeu ao art 188 ( Manifestar-se de forma desrespeitosa, ou ofensiva, contra membros do Conselho Nacional de Esporte (CNE); dos poderes das entidades desportivas ou da Justiça Desportiva, e contra árbitro ou auxiliar em razão de suas atribuições, ou ameaçá-los) , ambos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

A denúncia foi feita no jogo contra o Internacional, no dia 25 de agosto, pelo Campeonato Brasileiro. O Inter venceu por 1 a 0 com um gol de pênalti erradamente marcado pelo árbitro Luiz Antônio Silva Santos, irritando a diretoria do Atlético-PR.

Nenhum comentário: