segunda-feira, 3 de setembro de 2007

Sim, é possível

No primeiro turno, um Goiás desacreditado e beirando a zona de rebaixamento venceu o Atlético em plena Baixada por massacrantes 3 a 0. Agora, a situação é totalmente inversa. O Furacão é quem vai como azarão, e o favoritismo é todo do time esmeraldino. E, da mesma forma, podemos dar o troco em pleno Serra Dourada.
O Goiás jogou em casa ontem contra o Figueirense. Venceu, mas no sufoco, e saiu vaiado pela torcida. A vitória deve ser creditada a um jogador: Paulo Baier, que decidiu a partida em dois lances de bola parada - numa das faltas, cruzou na cabeça do atacante Cristiano; noutra, a bola bateu na trave, nas costas do goleiro do Figueira e entrou. Aliás, ele é "o cara" do Goiás, e acabou com o jogo aqui na Arena também. Merece marcação especial.
A missão é dura, mas não é impossível. Segundo as fiéis estatísticas da Furacao.com, foram 12 confrontos entre as equipes em Goiânia, e o Furacão venceu apenas uma, em 1998. Confesso que não me recordo deste duelo... mas o fato é que já ganhamos lá.
E podemos, porque não, repetir a dose.

Nenhum comentário: