quarta-feira, 26 de setembro de 2007

Rivais medíocres, midiotas e a desinformação

É difícil entender como é que alguns jornais e blogs tanto deram espaço às queixas dos parasitas, após a partida de domingo, sobre as acomodações a eles oferecidas na Baixada. Incrível. Do site marrom "futebolpr", pertencente ao bolha Nello, pode-se esperar que uma idiotice dessas vire "notícia". Agora, ver isso em jornais e blogs que se dizem "sérios", é de assustar e nos faz pensar se a imprensa não deveria estar passando por uma regulamentação mais rigorosa.
Em primeiro lugar, porque as queixas, além de insignificantes, são mentirosas: não houve confronto, ninguém saiu machucado (não houve uma queixa sequer oficializada sobre isso), havia bar e banheiro disponíveis para toda a "massa" tricolor que esteve presente. Assim como em qualquer estádio. E o que falar quando comparamos o tratamento recebido pelos visitantes na própria Vila Capanema ou no Couto Pereira? O lugar reservado aos visitantes na Vila Rachada é o pior possível, a visão é péssima, há apenas um quiosque de bebidas e um micro-sanitário. Mas isso nunca foi notícia, é claro.
Bem, e o que dizer quanto às reclamações de que os seguranças foram "rigorosos demais" na revista para entrar no estádio? Quando a revista é frouxa, descem o pau no Atlético. Quando apertam a revista para evitar que entrem materiais proibidos no estádio, descem também. Ninguém comentou, por exemplo, que a revista foi igualmente severa do lado da torcida atleticana. Ninguém citou porque ninguém apurou... Foram um no embalo do outro, formando uma bisonha cadeia de desinformação.
Aliás, na verdade houve sim o registro de uma única ocorrência, causada por um favelado que conseguiu entrar com uma bomba e se deu mal, pois a dita cuja estourou em sua mão. O cidadão foi atendido por médicos e, logo em seguida... preso. É óbvio! E alguns débeis-mentais, como um certo blogueiro do Globoesporte.com, tem a coragem de criticar a prisão de um vândalo imbecil como este!
E o mais grave: em nenhuma destas matérias em blogs ou jornais, o clube foi ouvido para rebater as acusações infundadas.
Aliás, falando no tal blogueiro do Globoesporte.com, ele utilizou o seguinte título para comentar a partida de domingo: "E novamente o mal vence o bem". Mas de que "bem" afinal ele está falando? É do Paraná? Mas afinal o que este timeco acrescenta de bom para o futebol brasileiro? O único bem que podem fazer a todos é cair de vez para a segunda divisão...
Pra finalizar: a Baixada foi eleita o melhor estádio do país pela revista Placar e o segundo melhor pelo jornal Lance! (veja acima), ficando atrás apenas do recém-inaugurado Engenhão. É isso o que importa: que nós, atleticanos, tenhamos conforto e satisfação em nossa casa. Para o resto, é o seguinte: se não gostou, que não volte.
E vem mais por aí: no sábado a imprensa terá acesso ao projeto de ampliação da Arena. Os rivais e os midiotas que ainda não morreram de inveja, ainda vão acabar morrendo.

3 comentários:

Rodrigo Willern disse...

era um sinalizador analfabeto burro-negro, bomba é aquilo que o líder da matilha poodle, os panáticos jogou em cima do próprio goleiro, quando tinham se colocado em seus lugares e percebido a merda que o time está...agora estão aí, dando o cúzinho pro petraglia e pra baixarada... ferraram os paranistas sim, e toda a torcida que vai la leva empurrão dos seguranças das madames... vamos ver seu cuzao... vamos arrebentar voces na cruzada, falou, filho da puta.

Professor Mirinda disse...

tem que revistar e prender esses favelados invejosos que quebram estádio dos outros e descer o cacete mesmo, maloquerada do cacete, timinho da vila rachada, como é que pode, eu teria vergonha de torcer pra um time com camisa de bobo-da-corte como esse paralixo

GUERRILHEIRO DA BAIXADA disse...

vixe!