sexta-feira, 24 de agosto de 2007

Que flagra!

A Gazeta do Povo publicou nesta sexta uma reportagem sobre os salários do diretor da TV Educativa, Marcos Batista, que ganha o mesmo do que um secretário de estado, e do assessor da TVE Algaci Tulio, que recebe os vencimentos de um diretor. Até aí, nada a ver com o rude esporte bretão.
Ocorre que o jornal, para comprovar o que estava descrito na referida reportagem, publicou parte da lista de funcionários do governo estadual com cargo em comissão. E quem aparece ali, logo em segundo lugar na relação? Abrilino Fernandes Gomes, o popular Fernando Gomes, ex-apresentador do Mesa Redonda da extinta CNT (clique na imagem para ampliar).
Fernando Gomes já esteve também (ou ainda está, é de se checar) na folha salarial da Prefeitura de Curitiba - onde "trabalhou", ou "trabalha", na Secretaria de Esportes. Tudo isso enquanto faz às vezes de jornalista e comentarista esportivo na rádio Transamérica.
Será que o Abrilino sente-se à vontade para comentar algo que envolva o governo do estado ou a prefeitura da capital? Como por exemplo a falta de empenho governamental em trazer as Copa de 2014 para Curitiba? Ou o estado de abandono em que se encontra o ginásio do Tarumã?
Que cada leitor deste blog tire sua própria conclusão...

Um comentário:

Anônimo disse...

Por que a família Martinez não convida o Fernando Gomes para participar do “Balanço Esportivo”?

Com a mudança de governo, Ali Chain, Sérgio Silva, Silvio de Tarso e Fernando Gomes continuarão trabalhando na rádio Educativa? Há possibilidade da TV Educativa voltar a exibir programas esportivos como “Gol de Ouro” e “Esporte Educativa”?

renato Monteiro