terça-feira, 14 de agosto de 2007

O valor de Guilherme: 3,3 milhões de euros!

Coluna de Augusto Mafuz de hoje, na Tribuna, traz detalhes sobre a venda do goleiro Guilherme:

Notícia especial
O Atlético cedeu ao Lokomotiv, de Moscou, em definitivo, os direitos sobre o vínculo de Guilherme. Nada de especial, ao contrário, absolutamente natural em época que um mercado fornecedor atende um comprador.

Mas os detalhes do negócio é que tornam a notícia especial: Guilherme é um menino de 20 anos, profissionalizado há pouco tempo, joga de goleiro, posição que jamais um clube europeu se dispôs a gastar. Elton (Vasco) e Dida (Cruzeiro) foram embora após litígio com seus clubes; Júlio Cesar (Flamengo) e Doni (Corinthians) por fim do contrato. Não me recordo como Taffarel foi embora do Inter, mas é certo que foi depois de ser o melhor goleiro da Copa dos Estados Unidos, em 1994.

E agora o fato mais relevante: o Atlético receberá liquido o valor de 3,3 milhões de euros pela cessão de Guilherme.

Pode falar o que quiser, mas tem que se tirar a cartola para Mário Celso Petraglia quando se trata de arrumar o caixa do clube. Dizem que haverá um próximo, Alan Bahia ou Dinei. Seja quem for, se acontecer não bastará tirar só a cartola.

O fraque, também.

Finalmente chegou a vez daquele que tem vocação de ser o grande goleiro depois de Flávio: Vinícius.
* * *
Detalhe: para efeito de comparação, o São Paulo acertou a liberação do volante Josué, destaque na seleção campeã da Copa América, para o Wolfsburg, da Alemanha, por US$ 2 milhões. Se o Atlético realmente vendeu Guilherme por 3,3 milhões de euros líquidos, levando-se em conta a pouca experiência do atleta e o fato dele não ser uma unanimidade nem mesmo entre a torcida rubro-negra, esta transação pode ser considerada um feito histórico.

2 comentários:

Sabine Klimt disse...

Ai eu gostava tanto dele...ela ainda será um dos melhores goleiros do mundo, assim espero. Sempre disse que pelo menos de goleiro o Atletico era bem servido. Espero que continue assim.

Sabine Klimt disse...

Ah, acho que dinheiro nao e problema pro CAP, ainda bem!