quarta-feira, 29 de agosto de 2007

Amargo reencontro


A partida desta quinta-feira à noite contra o Santos, na Vila Belmiro, marca o reencontro com uma das principais e mais polêmicas figuras que já passaram pelo Rubro-Negro: o atacante Kléber (foto), o "Incendiário da Baixada".
Sim, Klebão ficou no Atlético por quatro anos (entre 1999 e 2002) e marcou seu nome como um dos principais atletas do Furacão. É o principal artilheiro da Arena, após a reinauguração do estádio, em 1999, com 67 gols. No total, foram 124 gols marcados com a camisa rubro-negra - muitos deles sensacionais e inesquecíveis -, assumindo o posto de terceiro maior artilheiro da história do clube, atrás apenas de Sicupira e Jackson.
E ficou marcado também como um dos jogadores mais polêmicos que por aqui passaram, por vários motivos. Primeiro, porque da mesma forma como marcava golaços, tinha uma enorme capacidade de perder gols feitos - o que gerou uma relação de amor e ódio com a torcida. Depois, por seu jeito despojadão, meio largado - como no Atletiba em que, com a bola rolando e a peleja comendo solta, abaixou-se e ficou por alguns minutos procurando no gramado sua correntinha de ouro que havia caído.

Kléber deixou muita saudade, e agora reencontra o Furacão do lado de lá, com a camisa do inimigo. Tomara que esteja numa daquelas noites preguiçosas e com a mira descalibrada...

Um comentário:

Sabine Klimt disse...

espero que ele nao faça gols contra nos, mas o fdp é muito foda! fico aqui vendo jogo do santos so pra ver os gols que ele fara. Um dia tava no onibus ouvindo o jogo do santos pra saber do resultado do jogo do cap contra o figueira e qdo saia gol logo pensava, foi fdp do Kleber que fez!Ai ai que saudade!