domingo, 24 de junho de 2007

Atlético quebra tabu e vence o Palmeiras no Parque Antárctica

O técnico Antônio Lopes colocou em campo um um time diferente do que vinha atuando (veja a ficha técnica na Furacao.com) e o Atlético conseguiu quebrar um tabu, vencendo o Palmeiras dentro do Parque Antarctica pela primeira vez na história. Apesar deste time palmeirense ser horrível, o Furacão teve méritos e poderia ter vencido por uma diferença ainda maior de gols, não tivessem parado na trave dois arremates, um de Alex Mineiro e outro de Dênis Marques.
Os dois atacantes, aliás, fizeram uma boa partida - e quando isso acontece é difícil o Furacão não marcar gols. Outras peças se destacaram, como Edno (autor do primeiro gol), Valência e Cristian. Gustavo entrou na zaga e Michel, após um tempão afastado, reapareceu na lateral-esquerda.
Uma mostra de que, com Lopes, não há panelinhas ou titulares absolutos. Há um elenco e quem estiver melhor entra jogando. Aliás, o grande destaque do Atlétco hoje não foi um jogador, mas o conjunto. Com "São Lopes" no comando, o time todo se dedica, marca, divide, luta. E ao menos tem algum padrão tático.
* * *
Esta foi a terceira partida do Atlético fora de casa neste campeonato. Não perdeu nenhuma: venceu duas e empatou outra - com o excepcional aproveitamento de 77,8%. Mesmo ainda com Vadão, o time vinha jogando bem quando visitante, contra Figueirense e Atlético-MG. A missão do delegado Lopes será, agora, fazer o Atlético tornar-se novamente um vencedor jogando na Arena. O aproveitamento em casa neste Brasileirão é de apenas 33,3%. Não fossem os tropeços dentro da Baixada, o Furacão estaria bem melhor colocado na classificação.

Nenhum comentário: